Portugal

Destino de férias cultural
Fotos de: Portugal
Mapa de localização
Aeroportos
Hotéis e outros Alojamentos
Campos de Golfe
O que visitar
Onde Comer
Onde Divertir
Consulados & Embaixadas
World Nomads
O Seguro de viagem com as maiores coberturas

Portugal
Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no Sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de 92 090 km²,sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu. O nome do país provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino era Portus Cale.

O território dentro das fronteiras atuais da República Portuguesa tem sido continuamente povoado desde os tempos pré-históricos: ocupado por celtas, como os galaicos e os lusitanos, foi integrado na República Romana e mais tarde colonizado por povos germânicos, como os suevos e os visigodos. No século VIII as terras foram conquistadas pelos mouros. Durante a Reconquista cristã foi formado o Condado Portucalense, primeiro como parte do Reino da Galiza e depois integrado no Reino de Leão. Com o estabelecimento do Reino de Portugal em 1139, cuja independência foi reconhecida em 1143. Em 1297 foram definidas as fronteiras no tratado de Alcanizes, tornando Portugal no mais antigo Estado-nação da Europa.Nos séculos XV e XVI, como resultado de pioneirismo na Era dos Descobrimentos (ver: descobrimentos portugueses), Portugal expandiu a influência ocidental e estabeleceu um império que incluía possessões na África, Ásia, Oceânia e América do Sul, tornando-se a potência económica, política e militar mais importante de todo o mundo. O Império Português foi o primeiro império global da história14 e também o mais duradouro dos impérios coloniais europeus, abrangendo quase 600 anos de existência, desde a conquista de Ceuta em 1415, até à transferência de soberania de Macau para a China em 1999. No entanto, a importância internacional do país foi bastante reduzida durante o século XIX, especialmente após a independência do Brasil, a sua maior colónia.

Com a Revolução de 1910, a monarquia terminou, tendo desde 1139 até 1910, 34 monarcas. A Primeira República Portuguesa foi muito instável, devido ao elevado parlamentarismo. O regime deu lugar à ditadura militar graças a um levantamento em 28 de Maio de 1926. Em 1933, um novo regime autoritário, o Estado Novo, presidido por Salazar até 1968, geriu o país até 25 de Abril de 1974. A democracia representativa foi instaurada após a Revolução dos Cravos, em 1974, que terminou a Guerra Colonial Portuguesa. As províncias ultramarinas de Portugal tornaram-se independentes, sendo as mais proeminentes Angola e Moçambique.
Língua Oficial
Português
Moeda
Euro
Documentação
A documentação necessária para viajar para Portugal varia de acordo com o país de origem.
Para os cidadãos da União Europeia, e alguns outros, basta ter um passaporte válido ou cartão de identidade com fotografia.
Sendo originário de outro país que não os acima descriminados, a estadia máxima em Portugal é de 90 dias.
Existem países cujos cidadãos são obrigados a ter um visto turístico válido para poder entrar em Portugal.
Os cidadãos desses países também podem viajar para Portugal, se tiverem uma autorização de residência ou de um visto de longa duração emitido por outro país da União Europeia (com a excepção do Reino Unido, Irlanda, Roménia, Bulgária e Chipre), Suíça, Noruega, Islândia e Lichtenstein.
Os cidadãos de todos os outros países devem estar na posse de documentos que justifiquem o objetivo e as condições da sua estadia, assim como de recursos económicos suficientes para a sua estadia ao longo do período que pretendem permanecer em Portugal.
Os documentos que são necessários para apresentar variam de acordo com o motivo da viagem.
Tendo em conta as várias condições necessárias para a entrada em Portugal, sugere-se que se contate com a Embaixada ou Consulado Português no país de residência do visitante, para verificar estes requisitos antes de iniciar a sua viagem.
Turismo
De acordo com a Organização Mundial do Turismo, Portugal é um dos 20 maiores destinos do mundo. Portugal é amplamente reconhecido na Europa pelo sol, praias, gastronomia e herança cultural e patrimonial.
O país afirma-se cada vez mais no contexto mundial como um dos principais destinos para os praticantes de golfe, com os seus resorts e aldeias turísticas.
Turismo de sol e praia - este tipo de turismo insere-se no Turismo de Lazer/descanso em destinos de praia que excluem, no entanto, os desportos aquáticos.
Turismo residencial - relativamente a este tipo de turismo, pode-se definir como a escolha de um turista em adquirir uma segunda ou terceira habitação num outro destino fora da sua residência habitual.
Turismo de desporto - este tipo de turismo é definido pela OMT como “a participação ativa ou passiva num desporto competitivo ou recreativo”.
Turismo de negócios - o objetivo principal deste turista é participar numa conferência ou reunião, que constitui uma parte do que hoje se designa por segmento MICE (Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions).
Turismo urbano - estas viagens são feitas a locais ou cidades de grande densidade populacional, sendo a duração destas viagens, em geral, curta.
Turismo cultural - O termo Turismo Cultural designa uma modalidade de turismo cuja motivação do deslocamento se dá com o objetivo de encontros artísticos, científicos, de formação e de informação.
Turismo rural - Este tipo de turismo é uma modalidade que tem por objetivo apresentar como atração as plantações e culturas em áreas onde as mesmas, porventura, sirvam de referência internacional no chamado agronegócio.
Ecoturismo e natureza - O ecoturismo é uma forma de turismo voltada para a apreciação de ecossistemas no seu estado natural, com a sua vida selvagem e a sua população nativa intatos.
Turismo de aventura - este tipo de turismo é definido como a participação dos turistas em atividades que envolvem, geralmente, esforço físico.
Turismo de saúde - pode ser definido como o conjunto de deslocações a locais orientados para o bem-estar físico e emocional que o turista necessita.
Turismo religioso - neste tipo de turismo, as motivações são a fé, o culto e a visita a lugares diretamente relacionados ou espirituais.
Turismo temático - compreende deslocações a parques temáticos ou outro tipo de atrações relacionadas com divertimentos e experiências.
Cruzeiros - este tipo de turismo refere-se a viagens feitas em navios de cruzeiro, com propósitos de lazer, em geral, no mar.
O Algarve, é um dos destinos turísticos preferidos dos europeus. O clima e a temperatura da água são os principais fatores que contribuem para o grande crescimento do turismo nesta região. A maior densidade populacional e de turismo da região concentra-se na costa, mas os antepassados que preenchem uma rica história, assim como belas paisagens no seu interior, também atrai bastante turismo.
Por seu lado, Lisboa, atrai turistas quer pela sua História, quer pela sua contemporaneidade, quer pelos seus monumentos. Cidade rica em museus, Museu de Arte Antiga, Museu dos Coches, Museu do Azulejo, entre outros.
O Porto é uma cidade com um lugar de relevo no panorama cultural do País e da Europa, principalmente devido ao surgimento de cruzeiros no Rio Douro, e à popularização das visitas às caves de fermentação do Vinho do Porto. A Torre dos Clérigos (tornada ex-libris da cidade) e a Sé. De destacar ainda o Teatro Nacional S. João, os Jardins do Palácio de Cristal, a Ponte D. Luís e toda a zona do centro histórico.
A ilha da Madeira, com a sua floresta laurissilva, classificada de Património da Humanidade pela UNESCO, é um pólo de interesse turístico pelo seu clima ameno, pelas paisagens exuberantes e pela sua gastronomia.
A Península de Setúbal, na Margem Sul do Tejo, tem das mais variadas caraterísticas naturais e culturais destacando-se a Serra da Arrábida, a praia de Sesimbra, a Baía Natural do Seixal, etc
Na lista do Património Mundial encontram-se os centros históricos do Porto, Angra do Heroísmo, Guimarães, Elvas, Coimbra, Évora e Sintra, bem como monumentos em Lisboa, Alcobaça, Batalha, Coimbra e Tomar, as gravuras paleolíticas ao longo do Rio Côa, a floresta laurissilva da Ilha da Madeira, e as paisagens vitivinícolas da Ilha do Pico e do Rio Douro.
Portugal é também um país onde se pratica, além de muitos outros desportos, o surf. Entre as melhores praias para o desenvolvimento dessa prática desportiva estão Peniche, Ericeira, Cabedelo (Viana do Castelo), Aguçadoura (Póvoa de Varzim) e Canal das Barcas/ Malhão (Vila Nova de Milfontes). A ilha da Madeira e o Algarve também são locais de eleição por turistas estrangeiros e nacionais para a prática de golfe.
Gastronomia
A base da gastronomia mediterrânica, assente na trilogia do pão, vinho e azeite, repete-se em todo o território nacional, acrescentando-se-lhe os produtos hortícolas, como em variadas sopas, e os frutos frescos. A carne e as vísceras, principalmente de porco, compõem também um conjunto de pratos e petiscos regionais, onde sobressaem os presuntos e os enchidos. Com o advento das descobertas marítimas, a culinária portuguesa rapidamente integrou o uso, por vezes quase excessivo, de especiarias e do açúcar, além de outros produtos, como o feijão e a batata, que foram adotados como produtos essenciais. Note-se que a variedade de pratos regionais se verifica mesmo em áreas restritas.
O pão é, sem dúvida, um dos alimentos base da alimentação portuguesa.
O azeite é o alimento indicado para a dieta dos Portugueses, principalmente utilizado como condimento nas sopas de legumes, nas migas à moda da beira (em que se misturam feijões, couve e pão de milho), no bacalhau assado, onde é acompanhado com bastante alho, etc. Mesmo na doçaria, o azeite também se faz presente, como em alguns bolos, principalmente alentejanos, mas também em diversas "broas de azeite". As batatas cozidas, servidas juntamente com diversos pratos, como peixes grelhados, são geralmente regadas com azeite, um golpe de vinagre, salsa e cebola picada.
Portugal orgulha-se especialmente dos seus vinhos que também apresentam uma variedade impressionante, consoante a região onde são produzidos.
As regiões produtoras de vinho mais afamadas são, sem dúvida, o Alentejo e o Douro, ainda que mereçam referência outras regiões: Dão, Terras do Sado, Bairrada, Bucelas, etc.
No Minho existe a região demarcada do vinho verde, que se bebe jovem e fresco.
Os produtos hortícolas são muito utilizados para diversos fins: saladas, sopas de legumes, cozidos, etc.
O cozido à portuguesa, considerado por muitos como o prato nacional, é composto por uma grande diversidade de ingredientes cozidos em água abundante – as receitas variam muito de local para local, havendo muitas que reclamam ser mais legítimas que outras.
As saladas mais confecionadas são as de alface e de tomate.
Alguns produtos e enchidos portugueses fazem parte de uma lista restrita que a Comissão Europeia atribuiu a menção de Denominação de Origem Protegida nomeadamente, para a zona de Estremoz e Borba.
No Nordeste de Portugal, a criatividade popular permitiu a confecção de enchidos à base de pão e carne de galinha, denominadas alheiras.
Em termos gerais, é no sul que se usam mais as ervas aromáticas. Enquanto que no norte de Portugal se usa quase exclusivamente a salsa, o louro, a cebola e o alho, no sul, especialmente no Alentejo, utilizam-se os coentros, as mentas (hortelã, poejo, etc), os orégãos, o alecrim, etc. Desde que Vasco da Gama descobriu o caminho marítimo para a Índia que os Portugueses utilizam a pimenta (designada no Brasil como pimenta-do-reino), a noz-moscada, o cravinho-da-índia, o açafrão, etc. A doçaria regional faz uso abundante da canela.
É obrigatória a referência ao peixe consumido tradicionalmente em Portugal. Além da célebre sardinha portuguesa, o bacalhau, pescado em águas mais frias e afastadas, são os peixes mais usados pela cozinha lusitana. Não nos podemos esquecer, contudo, da grande variedade de mariscos, sem ser de viveiro, como o berbigão, o mexilhão, as conquilhas, etc. As amêijoas são utilizadas não só como principal iguaria, ao natural ou à Bulhão Pato, mas também a acompanhar outras, como na carne de porco à alentejana. Existe ainda uma grande variedade de receitas de açordas e feijoadas de marisco.
A doçaria portuguesa tem grande parte da sua origem nos conventos e mosteiros portugueses no século XVI. O uso abundante de gemas de ovos em muitas destas especialidades está relacionado com o uso das claras de ovos nos conventos. As claras de ovos para a confecção de hóstias, para manterem seus hábitos (vestuário das religiosas) sempre engomados, e para a clarificação dos vinhos.
A presença portuguesa no mundo ao longo da história, principalmente durante os Descobrimentos do século XV e nos territórios do império português, influenciou em ambos os sentidos, com os Portugueses a importarem técnicas e novos ingredientes e a deixar também a sua marca em países tão distantes como o Brasil, Índia e Japão.
Clima
Portugal tem um clima mediterrânico e é um dos países europeus mais amenos: a temperatura média anual em Portugal continental varia dos 13°C no interior norte montanhoso até 18°C no sul, na bacia do Guadiana. Os Verões são amenos nas terras altas do norte do país e na região litoral do extremo norte e do centro. O Outono e o Inverno são tipicamente ventosos, chuvosos e frescos, sendo mais frios nos distritos do norte e centro do país, nos quais ocorrem temperaturas negativas durante os meses mais frios. No entanto, nas cidades mais ao sul de Portugal, as temperaturas só muito ocasionalmente descem abaixo dos 0°C, ficando-se pelos 5°C na maioria dos casos.

Normalmente, os meses de Primavera e Verão são ensolarados e as temperaturas são altas durante os meses secos de julho e agosto, podendo ocasionalmente passar dos 40°C em boa parte do país, em dias extremos, e com maior frequência no interior do Alentejo. No Verão as temperaturas podem mesmo subir até aos 50°C como está documentado num estudo climatológico realizado recentemente, por exemplo no Parque Arqueológico do Vale do Côa, no vale do Douro. Em algumas regiões, como nas bacias do Tejo e do Douro, as temperaturas médias anuais podem chegar a atingir os 20°C.

O maior valor da temperatura máxima do ar de 50,5°C foi registada em Riodades, São João da Pesqueira. A precipitação total anual média varia de pouco mais de 3000 mm nas montanhas do norte a menos de 600 mm em zonas do sul do Alentejo. O país tem cerca de 2500–3200 horas de sol por ano, e uma média de 4–6 horas no Inverno e 10–12 horas no Verão, com valores superiores no sudeste e inferiores no noroeste.

A neve ocorre regularmente em quatro distritos no norte do país (Guarda, Bragança, Vila Real e Viseu) e diminui a sua ocorrência em direção ao sul, até se tornar inexistente na maior parte do Algarve. No Inverno, temperaturas inferiores a −10°C e nevões ocorrem com alguma frequência em pontos restritos, tais como a Serra da Estrela, a Serra do Gerês e a Serra de Montesinho, podendo nevar de outubro a maio nestes locais.
Segurança
Portugal é um país seguro para visitar. Não há conflitos internos, nenhum perigo relacionado ao terrorismo e crimes violentos não são um problema sério, pois geralmente é confinado a bairros específicos e raramente é um crime aleatório.

Existem, no entanto, algumas áreas de Lisboa e do Porto que pode querer evitar, como em qualquer cidade grande, especialmente à noite. Além disso, pode querer ter em mente que carteiristas tendem a ter como alvo turistas e áreas frequentadas por turistas com mais frequência. Use um cinto de dinheiro ou guarde os seus documentos e dinheiro em um bolso interno. O Metro e as grandes as estações ferroviárias, as áreas comerciais, as filas e os autocarros lotados são os lugares mais comuns para os carteiristas. Muitos têm menos de 18 anos e tiram proveito das leis não severas sobre menores. Se tentar derrubá-los, uma briga pode ser necessária para recuperar os seus bens.
No metro ou nos comboios, tente sentar-se com outras pessoas e evitar carruagens vazias. O carteirista não violento é o crime mais comum, portanto esteja atento a quaisquer bolsas (bolsas, malas, sacos de compras etc.).
Saúde
As principais cidades estão bem servidas com instalações médicas e de emergência e os hospitais públicos estão de acordo com os padrões europeus. O número de emergência nacional é 112.

Água engarrafada / de nascente é recomendada para uso, mas a água é perfeitamente segura.

Os cidadãos da União Europeia são abrangidos pelo Sistema Nacional de Saúde, desde que possuam o Cartão Europeu de Seguro de Doença (EHIC), obtido junto da sua autoridade nacional de saúde.
Telecomunicações e Eletricidade
O uso de dispositivos móveis pode ser usado caso tenha o roaming ativado, contudo, atenção a encargos muito elevados de roaming.

Internet
O País está bem servido de serviços de internet, existem vários cybers-cafes com conexões de alta velocidade.
No caso de se ter um laptop ou notebook, existem inúmeros cafés que disponibilizam a conexão wi-fi gratuita.

Eletricidade
A eletricidade é de 220 Volt 50 Hz e com tomadas para fichas de dois pinos.
Aconselha-se ter um kit de adaptadores para as tomadas.
Outros destinos turísticos em:
Portugal
Algarve - Portugal
Baixo Alentejo
Ilha da Madeira
Ilha das Flores - Açores
Ilha de Santa Maria - Açores
Ilha de São Jorge - Açores
Ilha de São Miguel - Açores
Ilha do Corvo - Açores
Ilha do Faial - Açores
Ilha do Pico - Açores
Ilha Graciosa - Açores
Ilha Terceira - Açores
Albufeira
Alvor - Algarve
Armação de Pera
Aveiro
Barcelos, Minho
Braga
Bragança
Burgau - Algarve
Cabanas de Tavira
Termas da Sulfúrea, Cabeço de Vide
Caldas da Rainha
Caminha, Minho
Carrapateira, Surf Spot
Praia do Carvoeiro - Algarve
Cascais - Portugal
Castelo de Vide
Termas do Carvalhal
Coimbra
Comporta
Costa da Caparica
Covilhã
Termas da Curia
Ericeira - Portugal
Pedra Branca Ericeira, Surf Spot
Esposende, Minho
Estoril - Portugal
Termas do Estoril
Évora
Faro - Algarve
Fátima
Figueira da Foz
Foz do Arelho
Funchal
Fuzeta - Algarve
Gerês
Termas do Gerês
Guarda
Guimarães
Ilha de Armona
Ilha da Culatra
Ilha do Farol - Algarve
Ílhavo, Aveiro
Lagos - Algarve
Lisboa - Portugal
Termas do Luso
Termas de Manteigas
Marvão - Portugal
Mértola
Mina de São Domingos
Termas das Caldas de Monchique
Termas de Monfortinho
Monsanto
Monsaraz, Alentejo
Monte Gordo
Nazaré - Portugal
Termas da Fadagosa de Nisa
Óbidos
Olhão - Algarve
Olhos de Água - Algarve
Termas das Pedras Salgadas
Peniche
Peso da Régua
Piódão
Portimão, Algarve
Porto - Portugal
Porto Covo
Ilha de Porto Santo
Praia da Arrifana
Praia da Luz - Algarve
Praia da Rocha
Senhora da Rocha, Algarve
Quarteira
Quinta do Lago - Algarve
Termas do Cró
Sagres - Algarve
Salema - Algarve
São Martinho do Porto
São Pedro de Moel
Termas de São Pedro do Sul
Serra da Estrela
Sesimbra
Setúbal
Sintra - Portugal
Tavira - Algarve
Tróia, Portugal
Termas de Unhais da Serra
Vale do Garrão
Vale do Lobo - Algarve
Valença do Minho
Termas de Vidago
Vila do Bispo
Vila Nova de Milfontes
Vila Praia de Âncora
Vila Real de Santo Antonio, Algarve
Vilamoura - Algarve
Termas do Vimeiro
Termas de Vimioso
Zambujeira do Mar

Outros destinos turísticos mundiais

Bulgária
Bulgária
Suiça
Suíça
Ilha de Reunião
Reunião
Canadá
Canadá

Destinos de cidade e escapadelas de fim de semana

Guayaquil, Equador
Equador
Amesterdão
Países Baixos
Talin, Estónia
Estónia
Dusseldorf
Alemanha
Porquê reservar com Clube Travel
Os melhores preços
As nossas parcerias com os maiores operadores mundiais, oferecem uma pesquisa dos melhores preços de mercado.
Mais opções
No Rotas Turísticas pode reservar o hotel, comprar a passagem aérea, reservar o transfer do aeroporto para o hotel e vice-versa, reservar as excursões locais, alugar o carro, fazer o seguro de viagem e consultar os locais a visitar e onde ir
Dicas & Destinos de férias
Centenas de destinos de férias com todas as opções que lhe permitem facilmente escolher o destino que melhor combina com as suas férias de sonho.


Siga-nos nas redes sociais